COVID-19

1.jpg

SP volta à fase vermelha nesta segunda; veja o que abre e o que permanece fechado

 

Fase emergencial, iniciada em 15 de março, terminou neste domingo (11). Com a mudança, escolas podem voltar a receber alunos presencialmente e restaurantes têm autorização para oferecer serviço de retirada no local.

 

O estado de São Paulo retornou nesta segunda-feira (12) à fase vermelha da quarentena, na qual deve permanecer até 18 de abril.


A mudança permite o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes pública e privada, desde que autorizadas pelas prefeituras, além da abertura de alguns serviços que estavam vetados e a retomada de competições esportivas profissionais (veja vídeo).

 

Veja mais abaixo o que muda na fase vermelha e tudo o que pode e o que não pode funcionar.

 

O fim da fase emergencial, que vigorou de 15 de março a 11 de abril, ocorreu após o estado registrar uma ligeira queda na taxa de ocupação dos leitos de UTI, que, no entanto, segue na faixa de 86%. A média diária de novas internações caiu de 2.732 em 15 de março para 2.715 em 9 de abril.

 

O número de casos e mortes pela doença também seguem altos no estado. Na última terça-feira (6), São Paulo registrou novo recorde ao atingir a marca de 1.389 mortes em 24 horas (veja vídeo ao final da reportagem). Já são mais de 80 mil mortes no estado desde o começo da pandemia, chegando a quase 83 mil neste domingo, e 2.643.534 casos confirmados da doença.

 

Fonte: G1